Deixe um comentário

O Morto do Pântano

morto

Para comemorar o dia das Bruxas ou o Dia do Saci…um dos personagens mais legais do terror nacional, o Morto do Pântano, criação de Eugênio Colonnese.

Anúncios


Deixe um comentário

QUADRINHOS DE QUARTA #30

IMG_001

O mundo da Lua#30


Deixe um comentário

Calendário 2015 Cotidiano Contínuo

É isso ai rapaziada, chegou o calendário do Cotidiano Contínuo 2015 para download.

Com as luas para o descolado e a descolada que gosta de cortar o cabelo seguindo o calendário lunar ou para quem gosta de praticar uma pescaria.

É clicar na imagem e fazer o download em PDF .

Calendario_cotidiano_continuo

(click na imagem para download)

 


Deixe um comentário

Escorpião de Prata Fanarts

001D
O Projeto FANART é  uma compilação de várias artes esparsas do personagem Escorpião de Prata. Mas, antes cabe uma definição do termo…Fanart ou fan art é uma obra de arte baseada em um personagem, fantasia, item ou história que foi criada por fãs.
Não haveria melhor definição para este e-book… As artes aqui apresentadas  foram feitas por admiradores do  Escorpião de Prata, desde o movimento do fotolog Terra até o advento do facebook. Foram compiladas artes antigas e novas, enviadas para esta publicação por artistas de todo Brasil e fãs confessos do herói.
Como bem disse Eloyr Pacheco: “São tantos estilos, tantas técnicas, tantos olhares diferentes sobre o Escorpião de Prata que eu, como roteirista, às vezes não o entendo por completo. (“Decifra-me ou devoro-te!”) Numa leitura mais profunda eu o vejo como miscigenado assim como é o povo brasileiro. Não quero filosofar… Paro aqui esta divagação.” (Texto e imagem do blog: http://hqquadrinhos.blogspot.com.br)
Rogério Curiel, participa desta coletânea de ilustrações. Seu desenho foi publicado na revista do personagem lançado por Eloyr Pacheco em janeiro de 2011.
LINK para baixar basta clicar AQUI


Deixe um comentário

HOMEM ARANHA

homem aranha

 

Sempre fui fã do Homem Aranha, desde pequeno, junto com as revistas da Turma da Mônica foram meus primeiros gibis que minha mãe comprou para mim. Em 1989 eu fui a banca onde já comprava a algum tempo, e uma capa em questão me chamou a atenção, era a capa da edição do Homem Aranha 70, da Editora Abril, que trazia o final do confronto do Aranha conta o Duende Macabro e também mostrava o herói desaparecendo no meio do Central Park.

ShowImage (2)

Dando início a fase do uniforme negro na edição seguinte, foi um período que comecei a comprar todas as revistas da Marvel que chegavam na única banca da cidade, que na verdade nem era uma banca e sim uma papelaria que tinha uma parte da sua loja dedicada a revistas, e que tudo girava em torno das Hq’s de super heróis, principalmente do Homem Aranha.

Os anos passaram e faz um bom tempo que não leio nada recente do personagem, mas sempre que posso estou revisitando minhas antigas revistas para matar a saudade. Minha admiração pelo personagem era tanta que até hoje minha mãe e minha irmã presentes relacionados ao Homem Aranha.


1 comentário

Mônica

Meu primeiro contato com a Turma da Mônica foi no ano 1984, com uma revista da Mônica comprada pela minha mãe, acho que foi no Supermercado Boa Vista ou no Supermercado Deni, ambos ficavam na Praça Tiradentes na região do Bom Pastor, aqui mesmo em Mandaguari, para quem nunca ouviu falar a cidade fica no noroeste do Estado do paraná,  foi minha primeira revista em quadrinhos, exemplar que tenho até hoje, mesmo que bastante danificada, primeiro porque na época tinha pouco mais de seis anos de idade e segundo pela ação do tempo, lá se foram vinte nove anos. Tenho um carinho muito grande por essa edição, ela foi a primeira de uma coleção que hoje já passou de três mil revistas, marcando o inicio de uma paixão pelos quadrinhos que sempre remete aos bons tempos da infância.

205889_259160347444985_7981436_n


Deixe um comentário

SUPERMAN – 75 ANOS

superMeio atrasado, mas está ai minha postagem em homenagem aos 75 anos do “homi di açu”.

O filme de 1978 com Chistopher Reeve ainda continua sendo na minha opinião a melhor adaptação de uma HQ, e também o primeiro filme se super herói que assisti. E não poderia ser diferente, quando acabei de ver o filme juntei os amigos da rua que morávamos e cada um com uma toalha nas costas, e todos queriam ser o “Superhomi”, uma confusão total mas que era resolvida na base do eu falei primeiro e uma boa dose de imaginação.